Você tem dúvida sobre como fazer a declaração simplificada de Importação (DSI)? Se sim, neste artigo, vou falar mais sobre a declaração e desmistificar tudo em torno desta declaração.

Ao  chegar no Brasil, todas  as  encomendas  postais são  submetidas  ao procedimento  formal  de nacionalização, realizada pela Receita Federal.

Caso você não saiba (ou se você não é um importador), fazendo compras do exterior acima de US$ 500,00, você provavelmente será tributado (ou seja, será taxado) e deverá apresentar uma declaração simplificada de importação. A declaração simplificada só pode ser feita se o frete e o preço da mercado não ultrapassar o valor de US$3000,00.

Como fazer a declaração simplificada?

DSI – Como fazer a declaração

Conforme expliquei, compras do exterior acima de US$ 500,00 de produtos importados, você provavelmente será taxado. Identificado a sua importação, você deverá receber um telegrama para cadastrar o que foi importado.

Como identificar se você precisará fazer uma DSI?

Para saber se a sua mercadoria precisará de uma DSI, você deverá acessar o site dos correios. Se o rastreamento do produto estiver como “Em trânsito para tributação – emissão dsi”, significa que você deverá fazer a declaração simplificada de importação.

O que é o Importa Fácil dos Correios?

É a solução logística dos Correios para os importadores brasileiros. Com o sistema, você pode importar objetos para utilização própria e/ou comercialização. A única limitação é que não ultrapasse o valor aduaneiro de US$ 3,000.00 (três mil dólares).

Produtos proibidos

Existem algumas limitações para o transporte que acho importante destacar neste artigo. Algumas delas são:

  • Que precisem ter temperatura controlada;
  • Produtos Perecíveis;
  • Que possam oferecer riscos à integridade física dos operadores postais no manuseio e armazenagem;
  • Destinados à pesquisa clínica;
  • Dispostos na Portaria n.º 344 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA.

Caso a transação não seja em dólar, o valor não deve passar deste custo convertido em dólar. Existe algumas restrições, por exemplo, existe uma lista de produtos proibidos, disponibilizada pelos Correios.

Passos para fazer a DSI

Você precisará acessar o site importa fácil dos Correios. Caso você seja pessoa física, você deve clicar em “Importa fácil Pessoa Física”.

Realize o cadastro no sistema, e após validar seus dados e efetuar seu cadastro, clique em “Cadastrar nova importação”. Preencha todos os campos obrigatórios e cadastre a mercadoria que foi importada no sistema dos Correios.

Se o cadastro for feito corretamente, você receberá esta informação no site. Lembre-se de guardar o número do protocolo do cadastro.

Importante: Guarde todas as informações da sua compra, por exemplo, comprovantes de pagamento, valor pago em fatura no cartão de crédito, link do vendedor, cópia da página de venda. Isso é importante para que, caso você precise prestar algum esclarecimento, você tenha essas informações. Acredite: isso te economizará muito tempo.

Quando você receber o telegrama, você receberá um email de contato. Caso solicitem, você pode enviar as informações da sua compra, colocando no título do e-mail, o número do protocolo. Em alguns dias, você receberá a Nota de Desembaraço.

Tributação

Agora, vamos falar sobre a tributação. Toda utilização do Importa Fácil, você terá que pagar R$ 150 pelo serviço de despachante dos correios. Se você enviou todos os comprovantes como falei acima, você será taxado em 60% em cima do custo do produto e frete. Caso a sua cidade tenha ICMS, você também será tributado.

Caso não tenha enviado a documentação, eles poderão arbitrar o valor do mercado. Sem dúvida, será muito mais caro do que você pagou. Por isso, aconselho fortemente que você envie a documentação o quanto antes.

INFORMAÇÃO IMPORTANTE: Livros, periódicos e jornais em papel, não podem sofrer tributação.

 

Conclusão

Espero que tenha gostado do artigo sobre Declaração Simplificada de Importação. É um tema que ainda gera muitas dúvidas em importadores, e por isso, é importante o estudo de quem quer transformar isso em uma renda extra constante ou verdadeiro negócio.

Dica Extra: Quer aprender a importar de qualquer país sem qualquer dificuldade e com suporte?

No curso Academia do Importador, você aprende tudo em vídeo aula, o método usado pelo Filipe Barcellos, que é capaz de comprar produtos como Camisetas de Grife, Relógios, Tênis de Marca, tudo por menos da metade dos preços praticados no Brasil.

Por isso, caso você queira se aprofundar no mercado de importação, descobrir a lista de lojistas com produtos originais, e conhecer o grupo secreto de importadores e tirar dúvidas com especialistas, eu sugiro fortemente que você conheça o curso de importação abaixo.

Ele te explica passo a passo como fazer importação desde camisetas, relógios até peças de carros e motos. Tudo com nota fiscal e sem qualquer dificuldade.

Eu escrevi um artigo que eu falo sobre o curso do Filipe. Basta clicar na imagem abaixo:

Como fazer uma DSI (Declaração Simplificada de Importação)?
5 (100%) 4 votes
Share.

About Author

Rodrigo Dionisios

Rodrigo é um jovem de 24 anos que trabalha exclusivamente comprando e revendendo produtos dos Estados Unidos no Brasil. Abandonou seu emprego de frentista para trabalhar exclusivamente com importação. Decidiu criar este blog para ajudar outras pessoas a trabalharem em suas casas, trabalhando com importação.

Leave A Reply