Como importar brinquedos dos Estados Unidos pelo menor preço

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +
Como importar brinquedos dos Estados Unidos pelo menor preço
5 (100%) 1 vote

Saber como importar brinquedos é um tema que, independente da época do ano, costuma estar entre os mais procurados.

Claro que datas específicas (dia das crianças, Black Friday e natal) merecem destaque, mas com a recente crise, novas opções foram procuradas pelos brasileiros. Dentre elas, a importação se tornou um caminha a ser tomado, pois com a tecnologia, lugares inimagináveis ficaram mais próximos.

Ademais, o fato de como importar brinquedos se tornou mais acessível, já que não há maios tanta complexidade de antes, as mesmas que limitavam a importação apenas para grandes varejistas.

O aumento na busca por informações por importação de brinquedos será explicado neste artigo.
Por isso, tópicos importantes serão divididos para que haja uma melhor compreensão.

A influência da crise

Há 3 anos, o Brasil passa por uma crise em que, segundo historiadores e economistas, não possuem quaisquer comparações com outras que já acometeram o país.

Tal crise não surgiu do nada, pois é resultado de investigações ligadas à diversas operações policiais que tinham por objetivo o fim de atividades ilícitas. E, dentre tantas, uma merece destaque, sendo considerada a “mãe” de todas: Operação Lava-Jato.

A consequência de tais investigações, denúncias e, em alguns casos, prisões foi a falta de confiança de investidores no país. Ademais, o próprio povo ficou receoso com o dia seguinte, pois notícias alarmantes eram dadas e confirmadas periodicamente.

A falta de confiança dos investidores estrangeiros resultou em queda em créditos internacionais; a desconfiança do povo, uma “segurada” nas compras.

Com isso, os produtos importados passaram a ficar mais caros ao entrar no país através das grandes lojas, já que os impostos eram somados aos lucros das redes.

Porém, foi exatamente nesse ponto que os brasileiros encontraram uma saída: “Por que pagar ‘x’ em um produto se eu posso pagar metade disso comprando direto do fornecedor?”.

Nesse pensamento, milhares de pessoas deixaram de ir às lojas e ficar em filas, optando por horas em sites de pesquisas em que o preço era o maior motivador.

Há diversas pesquisas que mostram tais vantagens, seja em qualidade ou em preço, que mostram diferenças de até 70% do valor do brinquedo importado, comparado ao comprado em lojas de brinquedos aqui do Brasil.

Os melhores países para se importar brinquedos

China, Estados Unidos e Inglaterra são considerados os países em que o custo/benefício da importação de brinquedos costuma ser maior.

No caso da China, a vantagem é o preço que costuma ser bem abaixo dos demais. Mas há um problema que já é bem conhecido por nós: a qualidade dos produtos.

Com mão-de-obra barata, devido à população de trabalhadores (cerca de 620 milhões!!), a especialização não é o forte. Além disso, por alguns países possuírem restrição ao comércio chinês, há problemas no acesso à matéria-prima de qualidade, o que, consequentemente, reflete no produto final.

Nos Estados Unidos, o preço fica mais em conta devido ao seu fácil acesso à materiais do mundo todo. Ademais, há toda uma credibilidade atrelada a produtos norte-americanos, acarretando em fluxo gigante de importações. Mas o que faz diferença, no geral, é a taxação de impostos, considerada baixíssima em nível mundial.

Na Inglaterra, há incentivos fiscais que ajudam no baixo custo de produção e, consequentemente, de venda ao exterior.

Vale ressaltar que, até a confirmação do Brexit, a Inglaterra era o país europeu líder em exportações de bens de consumo, ultrapassando França, Itália e outros “países do velho continente”.

Por que importar brinquedos?

Além dos benefícios já citados, há outros dois que merecem destaque: a variedade de produtos e movimentação da economia.

Sobre a variedade, há tendências estrangeiras que “demoram” para chegar ao Brasil. E, quando chegam, já são consideradas atrasadas em nível mundial.

Por isso, comprar “lá de fora” quase que em tempo real faz com que você e seus filhos tenham acesso ao que há de melhor no mundo dos brinquedos. E, como você deve saber, crianças amam ter coisas diferentes, exclusivas, adjetivos possíveis para quem tem produtos inexistentes por “aqui”.

Agora, sobre a movimentação da economia, por mais que você compre produtos importados com baixo custo, há taxas, mesmo que irrisórias em muitos casos, que são cobradas.

Com isso, o mercado mundial gira, trazendo benefícios ao país e empresa importadora.

Como evitar golpes

Como importar brinquedos é algo que, com o perdão do trocadilho, não é brincadeira, algumas dicas de segurança devem ser seguidas para que a história não acabe mal.

Confira algumas:

  • Antes de acessar e, possivelmente, comprar o brinquedo, confira a credibilidade da empresa e/ou site na própria internet e, se possível, com outras pessoas que já compraram;
  • Reforçando a ideia citada acima, use e abuse de fóruns, já que eles podem trazer a segurança que você precisa ou o medo que você;
  • Muitos sites não possuem o “hibridismo” na forma de pagamento, isto é, não liberam compras com cartões de créditos que não sejam internacionais. Por isso, confira as formas de pagamentos antes de lotar o carrinho de compras;
  • Tenha atenção ao prazo de entrega que, em alguns casos, podem chegar há mais de 2 meses ou até que tal produto esteja disponível para o envio.
  • Após as explicações, dicas e cuidados a serem tomados em como importar brinquedos, lembre-se deste artigo na sua próxima (ou quem sabe, primeira?) compra;

Dica: Como fazer importação passo a passo

Existe um curso online que ensina passo a passo como fazer importação de diversos produtos. Tudo legal, com nota fiscal.

Caso tenha interesse, clique aqui para conhecer mais sobre a Academia do Importador.

Aprenda Como Comprar Direto dos Estados Unidos
Descubra como comprar perfumes, roupas de marca, tênis e até mesmo peças de carros por até a metade do preço.
Informe agora seu melhor e-mail para saber como

* Seu e-mail estará protegido.

Share.

About Author

Rodrigo Dionisios

Rodrigo é um jovem de 24 anos que trabalha exclusivamente comprando e revendendo produtos dos Estados Unidos no Brasil. Abandonou seu emprego de frentista para trabalhar exclusivamente com importação. Decidiu criar este blog para ajudar outras pessoas a trabalharem em suas casas, trabalhando com importação.

Leave A Reply